DURA REALIDADE
por Antonio Correia em 12/8/2009
Com perspectivas sombrias o futebol de Alagoas baixa a níveis inferiores no cenário nacional. É a triste realidade. Basta observar como foi dolorosa e terrível a luta do CRB para se manter na Série C. O Galo da Pajuçara salvou-se milagrosamente, em conseqüência da péssima campanha desenvolvida na competição. Quanto ao CSA, está rebaixado para a Série B estadual e eliminado da Série D nacional. O Azulão do Mutange vem acumulando desacertos. O clímax foi pagar um mico em Recife, por conta da incompetência e despreparo dos seus dirigentes. Jogadores e torcedores azulinos chegaram a comemorar uma classificação que só existia na cabeça de pessoas que nem tiveram a curiosidade de ler o regulamento da competição. Para um clube de tantas tradições foi patético, embora se reconheça que a débâcle azulina ocorreu bem antes daquele 2x2 no Arruda.

Resta o ASA, que poderia estar numa situação confortável se tivesse vencido a partida de domingo, em Arapiraca. O empate de 1x1 no Fumeirão obriga o Alvinegro a ganhar o jogo de volta, contra o Rio Branco, no Acre. Não será tarefa fácil, muito pelo contrário. Mas entendemos que o representante alagoano poderá se superar. Será o jogo da vida do ASA. Se alcançar a vitória ou mesmo empatar em dois ou mais gols, estará subindo para a Série B do futebol brasileiro. Ocuparia a vaga que já pertenceu ao CRB, como nosso representante. Lembramos que um empate em um gol, leva a decisão para as cobranças de tidos livres da marca do pênalti.

Com CRB e CSA sem calendário para o restante do ano, a torcida local fica a ver navios. Os amantes do futebol vão ter a TV como única opção. Ou será que a galera local vai comparecer em massa aos jogos da Segundona estadual?


primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

21/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados