RELAXAR E JOGAR
por Antonio Correia em 14/8/2008
O segundo tempo do CRB contra o Paraná, na noite de ontem, foi sensacional. Sob o comando técnico do interino Jean Carlos, o Galo da Praia mostrou disciplina tática, determinação e velocidade, fazendo por merecer a vitória de 3x0, gols de Johnny, Ivo e Gaibu. Placar que poderia ter sido mais elástico, considerando-se os dois ou três gols perdidos pelo atacante Leandrinho. Para quem viu a apresentação regatiana sem saber a realidade da tabela, difícil acreditar que estava diante do pior time do Brasileirão da Série B, segundo a frieza dos números.



O CRB venceu e venceu bem, mas permanece na condição de último colocado do campeonato. Deixar de ser o lanterna até que está fácil, porque o Brasiliense pede essa posição há várias e várias rodadas. Por exemplo, basta, na próxima rodada, o Galo empatar e o Jacaré perder outra vez. Difícil, na verdade, é escapar da Zona de Rebaixamento. O CRB está pagando pelos pecados cometidos num passado recente que todos conhecem. Entretanto, como em futebol não existe o impossível, é nesse fio de esperança que deve se agarrar o representante alagoano. Até agora o CRB ganhou três e empatou três dos 18 jogos disputados, somando doze pontos e ocupando a vigésima colocação. Para livrar-se da ZR e permanecer na Série B, torna-se necessário chegar, pelo menos, aos 48 pontos. Isso, segundo os matemáticos. Em outras palavras, conquistar 12 vitórias ou mesmo 10 vitórias e dois ou três empates, nos vinte jogos restantes. Pela trajetória, tarefa das mais difíceis. É difícil, mas não é impossível. A questão é saber se o time alvirrubro vai fazer as próximas partidas repetindo o futebol da vitória contra o Paraná.



Que a recuperação do Galo não fique só na vitória contra o tricolor paranaense. Mesmo que a salvação não ocorra, que outras vitórias aconteçam, pela honra do clube e do próprio futebol de Alagoas. Diante do quadro atual da competição, entendo que o CRB precisa esquecer o espectro do rebaixamento, relaxar e jogar. De preferência jogar bem, para que as vitórias sejam conseqüências naturais

primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

22/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados