NO FUNDO DO POÇO
por Antonio Correia em 1/7/2008
O tempo passa e o CRB não consegue reagir no Brasileirão da Série B. O empate de 2x2 com o Marília, em pleno Estádio Rei Pelé, empurrou o Alvirrubro da Pajuçara para a última colocação na tabela. Concluída a oitava rodada, o Galo é o 20º colocado, segurando a lanterninha da competição. O aproveitamento do CRB chega a ser ridículo. Dos 24 pontos disputados só ganhou cinco, contabilizando cinco derrotas, dois empates e apenas uma vitória, dez gols assinalados e quatorze sofridos. A campanha do representante alagoano é vexatória, embora ainda haja tempo suficiente para a salvação. Do total de 38 jogos restam 30 e daqui em diante cada partida será como se fosse uma decisão. No empate desse sábado, contra o Marília, o CRB bem que poderia ter alcançado a vitória, apesar dos pesares, não fosse o pênalti desperdiçado pelo atacante Ricardo Xavier nos acréscimos. Aliás, acho que o Júnior Amorim é quem deveria ter assumido a responsabilidade de cobrar a penalidade. Até porque, anteriormente, ele havia desperdiçado um penal, evitando a vitória regatiana. Contra o Marília, Júnior Amorim teria a chance de redimir-se, dando a vitória ao seu time. Foi ele quem sofreu a infração e, pelo prestígio de ídolo, deveria cobrar, fosse qual fosse o resultado. Não sei, nessa questão, onde é que fica a posição do treinador João Carlos Costa. Também, agora, pouco importa.


primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

17/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados