CRB não vai à final mas torcida festeja acesso
por Waldemir Rodrigues em 10/11/2014
Por Waldemir Rodrigues

Eram 35 minutos do segundo tempo, não havia mais nenhuma possibilidade de uma vitória que levasse à pretendida goleada, quando a pouco numerosa torcida do CRB presente ao Estádio Rei Pelé começou a cantar e vibrar intensamente, comemorando o acesso à Série B, que o time tinha conquistado duas semanas antes no confronto contra o Madureira. Justíssimo.

Já presenciei muitas comemorações pela fuga a um rebaixamento, por isso entendo perfeitamente como justa a reação do torcedor.

Todos sabíamos que a tarefa de golear o Macaé, como resposta aos 4 a 0 sofrido no primeiro jogo, não era algo impossível, mas perfeitamente improvável.

Na partida, os jogadores dos dois times mostraram a exata consciência do que aquele vantagem significava. O Macaé esbanjava tranquilidade, jogava sem pressa, abusava da demora na reposição de bolas e tocava para um lado e para o outro com a já conhecida competência. E o CRB era um poço de nervosismo, jogando de forma precipitada, fazendo com que ficasse mais difícil a manutenção da bola e o necessário acerto para passes e finalizações.

O gol que poderia iniciar a reação esteve para acontecer no comecinho do jogo, no meio do primeiro tempo e na metade do segundo, mas o goleiro adversário não permitiu, com defesas tão maravilhosas como importantes e decisivas.

O detalhe que decide não veio, pelo menos em favor do CRB. Novamente ficou do lado do Macaé, que nem merecia o empate, mas que pelo que fez ao longo dos dois jogos, é um justo finalista da Série C. Os dois se reencontrarão na Série B do próximo ano e este, sim, é um detalhe a ser festejado pelos dois.

primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

20/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados