Em amistoso internacional, CRB perde para o Nacional de Portugal por 3 x 2
por Tudo na hora em 27/5/2013
Fazendo um amistoso internacional no Estádio Rei Pelé, o CRB acabou perdendo para o Nacional da Ilha da Madeira, de Portugal, por 3 x 2, na chuvosa tarde/noite deste domingo (26). A partida serviu como comemoração ao bicampeonato alagoano e para divulgar Alagoas no cenário internacional –para ser Centro de Treinamento durante a Copa 2014-.

No primeiro tempo, a partida tinha um controle maior do Galo, que conseguia ter mais posse de bola e atacava mais frequentemente. O clube português tinha um bom toque de bola e tinha tranquilidade com ela, mas não finalizava com perigo. O duelo seguiu muito centrado no meio-campo e por isso não tinha tantos lances de gol. Aos 18 minutos, o atacante Mateus, do Nacional, cruzou errado e bola foi na direção do gol. O goleiro Tiago segurou, mas a redonda escorregou da mão dele e entrou, sendo um gol bastante esquisito. Depois, o CRB foi todo para o ataque e começou a fazer o arqueiro brasileiro Gottardi trabalhar.

Da metade para o final da etapa, o time que revelou o astro Cristiano Ronaldo atuava no contra-ataque. Aos 24 minutos, Candeias chutou de longe, a bola desviou na zaga e foi para no pé de Mateus, que na cara de Tiago acertou o seu canto direito, fazendo o segundo do Nacional. Apesar da situação do jogo, o CRB não demonstrava tanta vontade, mas às vezes chegava com perigo, enquanto o Nacional não confiava no goleiro regatiano e chutava bastante de longe, assustando em alguns lances. Mas o Galo por pouco não fez o primeiro aos 40 minutos, quando Marcos Antônio soltou o pé e acertou a trave, mas na sobra Carlão, sozinho com o goleiro, chutou em cima dele. Nos lances finais, o time alagoano pressionou, mas como a bola não voltou a balançar a rede, a equipe da elite do campeonato português foi vencendo para o intervalo.

No segundo tempo, o CRB voltou com o time completamente modificado, repleto de mudanças, porém, com uma postura tática mais avançada para tentar o empate, e também jogava com mais vontade. Aos 10 minutos, Thiago Potiguar cruzou na área e após um leve toque na bola de Pikachu, ela caiu no pé de Denilson, que dominou e chutou forte para diminuir para o Galo. Empolgado com o gol, o CRB seguiu melhor e pressionava, ficando perto do segundo. Como tinha a necessidade de se recuar para não tomar outro, o Nacional chegava muito pouco no ataque e não dava trabalho ao goleiro Cris. Aos 21 minutos o time português ficou com um a menos, já que o lateral João Aurélio deu entrada dura em Diego Aragão e foi expulso.

Porém, em um lance isolado, Mateus, de novo, recebeu pela esquerda e no primeiro chute do Nacional no segundo tempo acertou o canto esquerdo de Cris, deixando o clube visitante novamente com boa vantagem, aos 26 minutos. Só que Denilson voltou a entrar em ação em favor do CRB. Aos 29 minutos, Thiago Potiguar cruzou na medida e o atacante regatiano subiu mais que todo mundo para de cabeça diminuir para o Galo. Ainda melhor, o CRB continuou atacando mais, só que os portugueses se defendiam bem. Como viu que a jogada aérea tava dando certo, o time praiano continuou insistindo nela. Mas o Galo não voltou a marcar e desta forma o clube português saiu vitorioso.

Com o placar de 3 x 2, o Nacional da Madeira foi campeão do amistoso internacional e leva para Portugal o troféu José Aprígio Brandão Vilela, empresário alagoano. Antes da bola rolar, a diretoria regatiana promoveu uma festa com seus torcedores, no Bar do Carlão- próximo ao Rei Pelé-, com o Pagode do Galo e cerveja de graça. Depois, houve homenagens a 18 cronistas desportivos de Alagoas, entre eles César Pita, Edson Moura e Rodrigo Veridiano, que compõem a equipe do Pajuçara Futebol Clube, além do historiador Lauthenay Perdigão, que também recebeu a placa comemorativa.


primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

20/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados