ASA bate o Ceará nos penaltis e pode enfrentar o Flamengo na Copa do Brasil
por Minuto Esportes em 9/5/2013
O ASA entrou no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, na noite desta quarta-feira (08), com uma grande vantagem contra o time do Ceará. Porém, durante o jogo, o time da casa fez o mínimo que precisava, venceu no tempo normal por 3 a 0 e levou a decisão para os penaltis.

Nos penaltis, o time alvinegro mostrou novamente ser gigante mesmo perdendo um penalti com o zagueiro Tiago Garça, viu o goleiro Gilson defender o último penalti e garantir a vitória por 4 a 3 e o time na terceira fase da Copa do Brasil.

Agora, o alvinegro pode enfrentar o Flamengo, que enfrenta o Campinense no Rio de Janeiro e já venceu o primeiro jogo fora de casa por 2 a 1.

O JOGO - 1º TEMPO

O ASA entrou no campo do estádio Presidente Vargas em Fortelaza, praticamente classificado, uma venceu o Ceará em Arapiraca por 3 a 0. Na oportunidade, o time cearense atuou com vários reservas, priorizando a semifinal do campeonato estadual, quando venceu o maior rival Fortaleza.

No jogo desta quarta-feira, o time da casa veio com os titulares para tentar derrubar a vantagem considerável do representante alagoano, que poderia perder por até dois gols de diferença e até de três, desde que marcasse um gol.

Tentando impor uma pressão desde os primeiros minutos, o Ceará acuou o ASA em seu campo de defesa e não demorou para abrir o placar.

GOOOOLLLL DO CEARÁ! Após bola lançada na área, a defesa vacilou e o experiente Magno Alves açroveitou a chance e cruzou na cabeça do zagueiro Rafael Vaz, desviou, tirando do alcance do goleiro Gilson. Ceará 1 x 0 ASA.

Depois do gol, o ASA acordou e passou a tocar mais a bola, ganhando tempo e tentando chiutes de fora da área e tentando nas bolas paradas. Primeiro, Thalysson arriscou para defesa de Fernando Henrique e na jogada seguinte, Tiago Garça assustou em falta de frente para a área.

Apesar da reação do time alagoano, os donos da casa eram melhores e chegavam com mais frequencia ao gol rival. Magon Alves e Pingo tambpem tentaram, assustando o goleiro Gilson. E de tanto tentar, o Ceará ampliou o marcador.

GOOOOLLLL DO CEARÁ! Aos 32 minutos, o atacante Magno Alves que estava surpreendendo como "garçom", deu assistência para Válber, que acabara de entrar, tocar na saídca do goleiro Gilson. Ceará 2 x 0 ASA.

O primeiro tempo seguiu com ritmo lento. o Ceará tocava mais a bola, administrando o resultado, guardando gás para a etapa complementar. Já o ASA< se defendia das investidas rivais, para não tomar gol e se defender no restante da partida.

Aos 47 minutos, o árbitro encerrou o primeiro tempo, com vitória parcial do Ceará por 2 a 0 sobre o ASA. Faltava mais um gol para o time da casa levar a decisão para os penaltis e mais dois para definir o jogo no tempo normal.

2º - TEMPO

Na volta para o segundo tempo, o ASA adotou a postura do "ferrolho", fechando a sua defesa e tentanto sair para atacar o Ceará nos contra-golpes. Foi justamente assim que o alvinegro arapiraquense quase marca, quando Geovane aproveitou sobra de bola e bateu forte, com a bola passando rente a trave rival.

O Ceará por sua vez, tinha maior posse de bola e pressionava o ASA. No entanto, com dificuldades para penetrar na área do time alagoano, os donos da casa tentavam chutar, mas, não acertavam o alvo ou paravam no goleiro Gilson.

Apesar do domínio não ser claro em chances de gol, quando conseguia chegar, o Ceará complicava o ASA. Em mais um lance do inspirado Magno ALves, o tiem chegou ao terceiro gol, deixando o resultado para ser definido na decisão de penalidades.

GOOOOLLLL DO CEARÁ! Aos 20 minutos, Mota é lançado por Magno Alves e não desperdiça, sem chances para o goleiro Gilson. Ceará 3 x 0 ASA.

Como se não bastasse a situação crítica, Cal fez falta dura em em Luiz Henrique, recebeu o segundo amarelo e acabou sendo expulso, deixando o jogo ainda mais emocionante para o Ceará e dramático para o representante alagoano.

A pressão era enorme e por centímetros, o Ceará não marcou o que seria o gol da classificação. Luiz Henrique, que acabara de entra e provocou a expulsão de Cal, acertou um chutaço e mandou na trave.

Encurralado, o ASA ainda conseguiu chegar ao ataque e por pouco o atacante Léo Gamalho não calou a torcida do Ceará, como fez na Copa do Nordeste. Tiago Garça cruzou para o avante, que testou por cima do gol.

O Ceará bem que insistiu, foram apontados quatro minutos de acréscimo, mas o time da casa não conseguiu reverter a vantagem. Com o placar de 3 a 0, para o time cearense, a decisão seria nos penaltis.

PENALIDADES

Ceará: Mota(Gol), Ricardinho(Gol), Vicente(Gol), Pingo(Perdeu), Rafael Vaz(Perdeu) - (3)

ASA - Léo Gamalho(Gol), Pedro Silva(Gol), Tiago Garça(Perdeu), Osmar(Gol), Chiquinho Baiano(Gol) - (4)

primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

17/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados