ACDA aprova plano de ação anual e aprecia balancetes
por ACDA - Claudemir Araújo em 24/4/2013
Em reunião realizada na tarde da última segunda-feira (22/04), em sua sede provisória, no Museu dos Esportes, no Estádio Rei Pelé, a diretoria da Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas (ACDA) aprovou o seu plano de ação anual e deliberou sobre outros assuntos relativos à atuação da entidade, como a sua movimentação financeira no primeiro trimestre de 2013.

Estiveram presentes, além dos integrantes da atual diretoria e de vários associados, ex-dirigentes da associação, como o comentarista e ex-presidente Antônio Torres, e o representante da Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos (Abrace) no Nordeste, Raimundo Nonato.

Feita a leitura da ata sobre a reunião anterior, realizada no dia 8 de março, o terceiro encontro da atual gestão abordou os balancetes relativos aos três primeiros meses do ano. A apresentação dos números submetidos à apreciação dos presentes coube à contadora da entidade, Maria da Silva Fausto.

O presidente da ACDA, Jorge Lins, aproveitou a oportunidade para falar sobre as dificuldades administrativas e financeiras enfrentadas nos últimos anos pela entidade e as providências tomadas até agora pela atual gestão para resolver os problemas, principalmente no que tange aos repasses feitos pela Federação Alagoana de Futebol (FAF) relacionados às parcelas de jogos destinadas à categoria.

“Assumimos no dia 21 de janeiro e já nos deparamos com o primeiro problema: dificuldades para fazer a movimentação bancária. O banco em que temos conta exigia cópia da ata com registro da posse, avalizada em cartório, com documentação de todos os integrantes da diretoria e do conselho fiscal eleitos. Tivemos que passar mais de trinta dias recolhendo tais documentos. Quando eles foram obtidos, fizemos o registro em cartório. A Caixa Econômica Federal fez, então, novo cadastro, com as assinaturas deste presidente e do tesoureiro, Jorge Afrânio” – relatou Jorge Lins.

Sobre os repasses da FAF, que não vinham sendo feitos há muito tempo, o presidente da ACDA mostrou que eles voltaram a acontecer, depois de vários contatos mantidos com a diretoria da Federação. Segundo Lins, o presidente da FAF, Gustavo Feijó, procurou justificar a suspensão da liberação de cotas dos jogos afirmando que a entidade dos cronistas havia recebido repasses ilegais em anos anteriores.

“O Gustavo mostrou que ACDA recebeu repasses de jogos do interior de forma ilegal, uma vez que a lei que fixa tal procedimento é municipal, refere-se somente às partidas oficiais disputadas em Maceió. Ele alegou que a associação é que estava devendo, daí a Federação ter deixado de repassar os valores. Mas conversamos, ponderamos, e a entidade reabriu as portas, retomou os repasses. Além disso, intermediou entendimento com a direção da Agremiação Sportiva Arapiraquense, que se dispôs a colaborar com a ACDA, concordando em liberar cotas de seus jogos do Estadual e do Brasileirão” – esclareceu Lins.

O que falta agora é fechar a discussão com a FAF sobre os repasses e definir uma tomada de atitude por parte da ACDA.

Lei estadual

Sobre o tema, usou da palavra o vice-presidente Marcelo Firmino, sugerindo gestões por parte da associação no sentido de que a atual lei seja transformada numa norma estadual, de forma que a ACDA possa receber também, de forma legal, percentuais das arrecadações de jogos realizados no interior.

Em relação à criação dessa lei estadual, o diretor social, Kleber Marques, informou que a ACDA já deu o primeiro passo para alcançar tal objetivo. Segundo ele, o deputado estadual Marcos Barbosa, como desportista, foi escolhido para apoiar o projeto, já tendo inclusive conversado à respeito com a diretoria da associação e colocado o seu gabinete à disposição. Ainda de acordo com Marques, Barbosa pediu cópia da lei municipal para adequá-la e posteriormente apresentar em plenário da Assembleia Legislativa para apreciação.

O vice-presidente Marcelo Firmino sugeriu a criação de uma comissão de cronistas para se mobilizar junto aos deputados com vistas à aprovação dessa lei estadual.

Plano de ação

A apresentação do plano de ação para o ano em curso coube ao dirigente Kleber Marques. Na programação traçada pela diretoria social da ACDA constam dois eventos considerados muito importantes para a vida da associação: as comemorações pelos 70 anos da entidade, no mês de julho, e as festividades pelo Dia do Cronista, em novembro. Além disso, haverá diversos cafés da manhã ao longo do ano, objetivando uma maior integração dos cronistas, com discussões girando em torno dos interesses da categoria e do futebol alagoano.

A programação ficou definida assim:

- 18/05 – Café da manhã, em Maceió, para apresentação do site da ACDA, prestação de contas da nova gestão e apresentação de relatório de visitas já feitas pela diretoria dentro das ações visando ao crescimento da entidade. Local: ainda a ser definido.
- 08/06 – Café da manhã em Arapiraca.
- Julho – Comemorações dos70 anos da ACDA – Local: Marechal Deodoro.
- 10/08 – Café da manhã em União.
- 14/09 – Café da Manhã em Viçosa.
- 05/10 – Café da manhã em Olho D’Água das Flores.
- 8/11 – Dia do Cronista – Comemoração em Maceió.
- Dezembro – jantar de confraternização.

Congresso da Abrace

Durante o encontro, o representante da Abrace no Nordeste, Raimundo Nonato, pediu que fosse registrada em ata a participação da ACDA no39º Congresso da Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos, realizado em Goiânia no último mês de março. Nossa entidade se fez representar pelo seu presidente, Jorge Lins, pelo seu tesoureiro, Severino Rosa e pelo próprio Nonato.

O tema do último congresso da Abrace foi “Celebrado a vida. O conclave debateu a conduta, as estratégias de cobertura dos eventos esportivos que vão acontecer no país, incentivando a realização de um trabalho de aperfeiçoamento da língua, com estudo do idioma Inglês.

primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

21/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados