Caso Tinga: pedido do CSA não vai causar punição ao Cruzeiro, diz STJD
por Justiça Desportiva em 18/4/2013
O pedido do CSA para que o Cruzeiro seja eliminado da Copa do Brasil 2013 não deve fazer com que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puna a equipe mineira. O clube alagoano acusa a Raposa de escalar o volante Tinga de forma irregular, o que não procede, segundo o tribunal esportivo.

Tinga foi expulso na última partida do Cruzeiro pelo Campeonato Brasileiro do ano passado, diante do Atlético-MG. Em julgamento da Quarta Comissão Disciplinar do STJD, no dia 7 de dezembro, o volante foi apenas advertido, tendo apenas que cumprir a suspensão automática.

A alegação do CSA é que Tinga deveria cumprir a suspensão automática no jogo de estreia da Copa do Brasil, realizado no dia 10 de abril, no Estádio Rei Pelé, em que o time alagoano foi derrotado por 3 a 0 e eliminado da competição.

No entanto, o inciso I da Resolução de Diretoria 05/2004 da CBF diz que “em todos os campeonatos e torneios realizados no território nacional, o jogador expulso de campo, pelo árbitro, ficará automaticamente impedido de participar da partida subsequente da mesma competição”. Assim, Tinga terá que cumprir a automática no Campeonato Brasileiro.

Na última terça-feira, dia 16 de abril, o CSA divulgou para a imprensa que entraria com o pedido de eliminação do Cruzeiro junto ao STJD. Após a denúncia ser oficializada na secretaria, o tribunal analisará o documento e divulgará a data de um provável julgamento.

primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

20/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados