VITORIA POLÍTICA
por Antonio Correia em 16/11/2009
Agora pouco importa se foi uma arrumação, virada de mesa ou coisa que o valha, porque o CSA retorna à 1ª divisão do futebol de Alagoas. Estava rebaixado e preferiu dividir opiniões ao não percorrer o caminho de volta por mérito esportivo. Entendo que o que houve foi uma manobra muito bem orquestrada. Não foi, portanto, uma vitória técnica, mas uma vitória política. O presidente Jorge VI apareceu como grande articulador, pondo à prova toda a sua experiência e malandragem de homem público. Foi ele quem, através da FAF, convocou os clubes para a Assembléia Geral de ontem, na base do emocional. Também utilizou-se do café da manhã e do almoço oferecidos, para exercitar uma boa conversa ao pé do ouvido. E conseguiu convencer os representantes federados de que a vaga deixada pelo Igaci teria que ser do CSA. Dos 45 clubes com direito a voto, compareceram apenas 26, dos quais apenas cinco da 1ª divisão: Corinthians, Murici, CSE, União e Penedense. Por não concordar com a armação ou por não querer se comprometer, não compareceram CRB, ASA, Coruripe, Santa Rita e Ipanema. Os outros votantes, foram representantes de entidades do amadorismo, muitas delas inteiramente desconhecidas do grande público. Quando confirmou-se a vitória, dirigentes azulinos vibraram bastante, quase chegando às lágrimas.

Resta saber se não haverá recursos na justiça, porque esse episódio não foi muito bem esclarecido. Se tudo ok, que o CSA trate de queimar etapas e formar um time forte para o campeonato, sem essa de se contentar com o “bom e barato” anunciado pelo próprio Jorge VI. Se permanecesse na Segundona o Azulão teria tempo suficiente para se preparar e arrumar a casa. Agora, vai ter que ser na base do bola pra frente e seja lá o que Deus quiser. O Alagoano 2010 já começa em janeiro.

primeira página | voltar | cometários | imprima esta notícia

Deixe seu comentário.

Aguardando o seu comentário...

20/11/2017

GALERIA

LINKS

OFERECIMENTO






ACDA - Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas
2017 © Todos os direitos reservados